Nossa História

OLYMPUS DIGITAL CAMERAConceição do Pará, Município do Centro-Oeste de Minas Gerais, está situado na Zona do Alto São Francisco, no Vale do Itapecerica. Limita-se com os Municípios de Nova Serrana, Pitangui, Leandro Ferreira, São Gonçalo do Pará, Onça do Pitangui e Pará de Minas.
Relatos de pessoas antigas conta que foi o Capitão Jerônimo do Macuco que constituiu a primeira família do lugarejo e, segundo a lenda, o nome “Cardosos” dado ao lugar se deve à família que tecia algodão, utilizando uma máquina conhecida como “Carda” vinda de São Paulo, por intermédio dessa família. O povoado que ali se formou recebeu a denominação de “Cardosos”. Outra versão sobre a origem do Município diz que Conceição do Pará, foi fundada mais ou menos no ano de 1817. Os primeiros habitantes da região foram integrantes da família Cardoso em meados do séc. XVIII, que residia numa antiga fazenda do Período Colonial, onde hoje se localiza Conceição do Pará. Posteriormente, foi incorporada ao distrito de Cardosos a área onde hoje se encontra o Santuário Diocesano de Nossa Senhora da Conceição. A partir de então o Povoado de Cardosos passou a se chamar CONCEIÇÃO DO PARÁ.
A origem do nome “Conceição do Pará”, foi uma espécie de homenagem devido a Nossa Senhora da Conceição e ao rio Pará que atravessa a cidade.
Elevada a Vila em 1939, conservou esse nome até a sua emancipação política, em 30/12/1962, quando houve o desmembramento de terras da cidade-mãe, Pitangui/MG. Entretanto, a Estação da Rede Ferroviária Federal (antiga R.M.V), que servia ao Município, continuou ainda até a sua extinção com o nome de Estação de Cardosos, dificultando a assimilação do novo nome oficial pela população e pelas cidades vizinhas, fato esse que ainda hoje traz confusão na denominação.

Hino da Cidade

Hino à Conceição do Pará
Letra: Caetana de Freitas
Música: El Sorriento

Dentre as plagas altaneiras
De mil cidades mineiras
Cresce em meio à brejeira
A Conceição do Pará

Teu rio manso e formoso
Teu céu risonho e grandioso
Teu nome um dia glorioso
Para milhões ficará

Refrão: Conceição de largas ruas,
Conceição de mil primores,
Conceição de meus amores,
Conceição que eu tanto quis

E a virgem Mãe querida,
No teu trono engrandecida,
Os sonhos de tua vida,
Sorrindo abençoará.